terça-feira, maio 30, 2006

Quem avalia os Secretários de Estado?

Depois de um dia em que ouvimos a Ministra da Educação afirmar dogmática, injusta e irresponsavelmente que os professores não estão preocupados com o sucesso escolar dos alunos (pasme-se!), volto a espantar-me com as declarações do Secretário de Estado Adjunto da Educação, o Sr. Jorge Pedreira, no debate desta noite na RTP sobre violência nas Escolas. Vi a reportagem com agressões e ofensas gravíssimas a alunos, funcionários e professores; depois, apenas vi a primeira parte do debate. O que o Sr. Secretário de Estado disse foi o suficiente para ser demitido se Portugal fosse um país com uma opinião pública exigente. Vejamos.
Confrontado com as imagens de grande violência e desrespeito numa escola - numa escola que está sob tutela do seu Ministério -, Jorge Pedreira assumiu que não tinha ideia de que fenómenos como aqueles se passavam em instituições de ensino do país. Não tinha ideia? Então é responsável por uma realidade que desconhece?
Depois, afirmou que tinha de ser aquela escola em concreto a lidar com os problemas sociais e comportamentais que estavam por trás da violência. Ou seja, passou a batata quente para a escola (e responsabilizou-a) e demitiu-se da função que o seu Ministério devia desempenhar: dar apoio, materiais e recursos humanos necessário para atacar o problema. Por fim, afirmou que instituições como a que estava nas imagens não podiam ser aceites como escolas da rede de ensino nacional. Ou seja, queria demarcar-se dum problema sério do seu pelouro e virar as costas àquele conjunto de alunos, professores e funcionários. Então mas, para o Ministério da Educação, há escolas de primeira e de segunda? Há uma que contam e outras que não contam?
Só demitido, Sr. Secretário de Estado, só demitido!

5 Comments:

Blogger Xor Z said...

O homem disse isso. Valha-me Deus, com governantes como este até me estou a tornar religioso. Tenho uma réstia de esperança de que o divino tenha piedade de nós e os fulmine com um raio.

11:28 da tarde  
Blogger Alexandre Dias Pinto said...

LOL. Gostei do seu post, Xôr Z.

11:32 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Apoiado....O problema é que toda a equipa do Ministério é deste calibre ou pior....O outro artista" do Politécnico de Castelo Branco toda a vida foi homem de "esquemas" e trouxe tb isso para a 5 de Outubro....
Iceberg

12:56 da tarde  
Blogger Xor Z said...

O que é LOL? Como deves ter reparado também gostei do teu mas temos de resistir ao culto do elogio mútuo.
Um abraço.

9:45 da tarde  
Blogger Alexandre Dias Pinto said...

LOL significa "laugh out loud". Por outras palavras, urinei-me a rir.

11:19 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home