sexta-feira, abril 07, 2006

Ensaio sobre a cegueira


Ouvi esta manhã, na TSF, uma denúncia da organização Médicos do Mundo, que tem tanto de revoltante como de sintomático dos tempos que correm. A principal vocação desta ONG é enviar médicos em missão para países desfavorecidos. Segundo a informação que ouvi, os médicos vão em regime de voluntariado, não remunerado, o que em si já é muito injusto. (Os países desenvolvidos não admitem que são co-responsáveis, ou muito responsáveis, pelo empobrecimento do terceiro mndo e que ajudá-lo é um gesto humanitário.) Mas o mais grave da situação dos médicos voluntários reside no facto de estes serem profissionalmente perjudicadas por se terem ausentado em trabalho altruísta.
Na página dos Médicos do Mundo encontra-se uma petição que procura alertar os governantes para esta situação.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

“Para a esmagadora maioria dos portugueses, a revolta da tropa em 28 de Maio foi uma acção libertadora – e a chegada de Salazar ao poder foi um alívio” – Quitéria Barbuda in "O Grande Herói Popular", Revista "Espírito", nº 12, 2005.

3:16 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home