quinta-feira, junho 22, 2006

As maravilhosas soluções da 'Sinhora Menistra'

A Ministra da Educação encontrou hoje a panaceia para o problema da contratação de professores para "escolas problemáticas": a contratação directa! Uma breve entrevista será suficiente para decidir qual o melhor candidato para o lugar - as demais qualificações contarão muito pouco.
Problemas que se colocam a esta medida: que critérios utilizará a Ministra para definir o que são "escolas problemáticas"? Sendo a Ministra uma socióloga, não compreende as consequências sociais de estigmatizar uma instituição de ensino com o rótulo de "escola problemática"? Passará a haver escolas de primeira e de segunda? Que pais vão querer pôr os filhos em "escolas problemáticas"? (Tais escolas torna-se-ão cada vez mais guetos educativos.) Na ideia da contratação directa, não percebe a Ministra que irá promover a cunha e o nepotismo? (Isto quando já se fala hoje em "horários de gaveta" nas escolas; e quando o nepotismo e a cunha são duas das instituições mais sintomáticas do nosso atraso civilizacional.) Não serão os melhores e os mais aptos a leccionar nessas escolas, mas sim os "amiguinhos".
A Ministra diz que esta forma de contratação é absurda e irracional. Ora, Portugal já viu que a nomeação da Ministra foi absolutamente absurda e irracional: trata-se de alguém de quem não se conhecia pensamento sobre educação e que nada sabe da realidade escolar nem da gestão de uma escola.

2 Comments:

Blogger pagu said...

:)

7:06 da tarde  
Blogger Xor Z said...

Alexandre
Vá ao canhoto (o canhoto) ver o que PP diz sobre a sinhora menistra.

11:02 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home