domingo, junho 25, 2006

The world of nonsense


Aqui vai um poema nonsense (anónimo), muito do meu agrado, todo ele assente em oxímoros. Não necessito de o traduzir.

One fine day in the middle of the night.
Two men got up to fight
Back to back the faced each other
Drew their swords and shot each other
A paralysed donkey passing by
Kicked a blind man in the eye
Knocked him through a rubber wall
Into a dry dish and drowned them all.

1 Comments:

Blogger A. said...

...não,não necessitas mesmo.


um beijo de boa
noite Alexandre.

1:26 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home