domingo, julho 16, 2006

Zapatero tem-nos no sítio

Cada vez aprecio mais a orientação e a prática políticas do Primeiro Ministro espanhol. Foi firme e não se vergou servilmente perante o Papa quando este se deslocou a Espanha há poucos dias. (Isto apesar de Ratzinger ter "recebido" Rajoi de forma politicamente desonesta.) E, convenhamos, a questão do casamento civil entre homossexuais não pode ser tão complexa nem tão problemática como a do aborto; nem devia ser um cavalo de batalha prioritário para o Vaticano. É absurdo que assim seja.
Ontem, num discurso político, teve a coragem de condenar a assassina ofensiva militar de Israel, sem desculpar o indesculpável terrorismo árabe. E um gesto destes não cai bem entre os parceiros da comunidade internacional. Admiro esta atitude de Zapatero, que recusa a Realpolitik vigente na relação entre os Estados poderosos do Ocidente. Zapatero tem-nos no sítio. E o sítio onde os tem é este.

2 Comments:

Blogger intruso said...

ora nem mais...
subscrevo!

9:50 da tarde  
Blogger Xor Z said...

Já somos dois, pensando melhor, três.

11:44 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home