sexta-feira, abril 25, 2008

"Coimbra, 25 de Abril de 1988"

« Passeio pelos campos do Mondego, a ver o povo dar sentido, de enxada na mão, a uma data que outros, à mesma hora, festejavam com a retórica que parasita a História. Só ela, de há muito, martela os ouvidos de Portugal. O suor não tem voz. »

Miguel Torga, Diário, vol. XV.

1 Comments:

Blogger Alexandre Dias Pinto said...

Excelente reflex�o que, tristemente, ilustra os dois lados de Abril.

9:34 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home