domingo, setembro 28, 2008

"Coimbra, 28 de Setembro de 1990"

« Escândalos políticos sucessivos, com justificações oficiais vergonhosas. Inquéritos, demissões, prisões, mas tudo a fingir, para oposição ver. A hora é de podridão e desvergonha. E já poucos sentem sequer o cheiro pestilento do ambiente. A sociedade normalizada e climatizada ao sabor dos cabecilhas a exemplificar fidedignamente a nossa decadência. Fabricam-se todos os figurantes da farsa no mesmo molde de subserviência, ganância e hipocrisia. A execrável tirania de há pouco tinha ao menos o mérito de ser frontal, culta e respeitar o inconsciente do povo português. Esta de agora é sorna, analfabeta, e agride e ofende diariamente o que de mais profundo e sagrado há em nós. »

Miguel Torga, Diário, vol XVI.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home