quinta-feira, junho 14, 2007

Com os capitalistas portugueses (perdão empresários) não se brinca.



A opção pelo aeroporto da Ota está tomada. O Governo não se desviará um milímetro desta opção. Adiar mais esta decisão seria um desastre para o país. Todos os estudos demonstram que a Ota é a melhor opção ... bá-blá-blá ... Quem não pensa desta maneira não é português. ... Quem não apoia esta decisão do governo que vá para o deserto... blá-blá-blá ... temos uma maioria ... blá-blá-blá ... o povo confiou em nós ... blá-blá-blá ... o que tem que se fazer tem que ser feito ... blá-blá-blá ... blá-blá-blá ....

A grande coragem e a determinação do Sr. Engenheiro caiu por terra, quando o Patrão dos patrões portugueses apresentou um estudo que, segundo se consta, Alcochete é a melhor opção para a construção do novo Aeroporto. Bastou uma pequena visita, de poucos minutos e uma resma de papel do Senhor Von Zeller, para o audaz Engenheiro surgir, perante as câmaras da televisão a “amarfanhar o chapéu”, num tom de voz submisso, numa espécie de caricatura de si próprio.

A decisão pela Ota nunca foi definitiva. Sempre estivemos abertos a outras soluções. Sempre dissemos que nos deveriam dar outros estudos... blá-blá- blá ... como poderíamos ignorar tão prestigiada instituição? blá-blá-blá ... blá-blá-blá... Aquilo sempre foi um campo de tiro ... blá-blá-blá ... quando foram iniciados os estudos, o campo de tiro ainda não estava desactivado... blá-blá-blá... agora que está desactivado parece uma boa ideia ... blá- blá- blá...

2 Comments:

Blogger edelweiss said...

Podiam deixar ficar o campo de tiro, construíam o aeroporto e vendiam um time-sharing a um grupo de terroristas para treinarem com todas as condições. Era um sucesso.

5:39 da tarde  
Blogger Xor Z said...

Não pondo de lado a solução de frau edelweiss (muito interessante e com grande potencialidade), esta é a nossa triste realidade, mas este não é um problema de hoje. Se bem se lembra, caro Raimundo (agora é mesmo Raimundo), já o velho Soares (o sr. 14% - foi 14? Já não me lembro bem) tinha metido o socialismo na gaveta.
Por último, chama-lhe Fon (Von) Zeller (lapso freudiano ou gralha, o nome do homem não é Van Zeller?)
Cumprimentos

11:35 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home