sábado, fevereiro 09, 2008

“Coimbra, 9 de Fevereiro de 1979”

«Quem o diria, há meia dúzia de anos! E, contudo, a trágica realidade é o que se vê: uma juventude vadia, petulante, sem memória colectiva, sem um arquétipo da pátria no entendimento, sem passado e sem futuro, a viver apenas tumultuosamente a hora que passa, consumidora privilegiada de bens que não criou e pelos quais nem obrigado diz, que entra num automóvel como se ele existisse desde que o mundo é mundo, e que junta à insolência natural a inconsciência de quem, no melhor e no pior, foi a mais afortunada herdeira de todas as suas irmãs da História.»

Miguel Torga, Diário vol. XIII.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home