sexta-feira, outubro 12, 2007

QUEM FOI ? ...
















O escultor das três apolíneas Cárites (vestidas!) num friso da Acrópole ateniense…

O discreto colaborador nas “tragédias sabiamente argumentadas” de Eurípides…

O impassível e incansável guerreiro de Délio, Potideia e Anfípolis, retirando serenamente com um amigo ferido às costas, no meio da debandada geral dos seus…

O dieteta frugal de pão e água, sobre quem o vinho dos banquetes nem a peste tinham qualquer efeito…

O sofrido paciente de murros e pontapés que despeitados adversários lhe deram, respondendo que se não leva a tribunal os burros que nos dão coices…

O tocador de lira e dançarino, que considerava a dança a melhor ginástica…

O autor de uma fábula invocando Esopo (cujos três primeiros versos conhecidos são: “Um dia Esopo sábio aviso deu / Aos magistrados de Corinto: não fiassem / Do juízo do povo a causa da Virtude)…

O pobre que recusou a oferta de terras, escravos, roupas, advogados e dinheiro que amigos ricos, admiradores e alunos das suas aulas práticas de escultura lhe queriam dar…

O cidadão que em democracia recusa pactuar com julgamentos sumários ilegais, e que em tirania não transige com perseguições homicidas…

Já sabeis quem foi este homem, ainda mais famoso por muito mais que tudo isto. Foi o mesmo escultor que disse muito se admirar dos estatuários que punham tão grande cuidado em fazerem blocos de pedra parecerem homens, e tão pouco em que os homens não parecessem pedras. Foi o ateniense escultor de almas esculpido por Platão como figura arquétipa do filósofo.

Antes de convidar os leitores a uma rodada no Tonel dos seus mais mordentes discípulos, eu tinha de começar pelo Mestre de todos.

3 Comments:

Anonymous O desinformado said...

Não sei quem é o marau. Nunca fui bom a filosofia. Mas, pela pinta, o filósofo em questão devia gostar da sua vinhaça. Acertei?

A propósito. expliquem-me lá o que é isso de ser cínico. Podiam fazer um post sobre isso.

12:50 da tarde  
Blogger Raimundo_LULIO said...

Caro Pedro,

Bem-vindo ao tonel.

Começou pelo Mestre e começou muito bem. Este post vem muito a propósito,uma vez que anda por aí um falso Socrático especialista em transformar os homens em estátuas de pedra (ou um retórico vendedor de banda larga.

7:26 da tarde  
Blogger Pedro Isidoro said...

Caro Raimundo:

Não era difícil começar bem, se acompanhado pelos que costumam beber deste Tonel.

E o Desinformado curioso irá já ser servido com bem graduada informação.

11:31 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home