quinta-feira, novembro 20, 2008

"Coimbra, 20 de Novembro de 1984"

« (…) No fundo, é do meu velho problema religioso que se trata. Nunca lhe dei uma solução capaz. Vejo um destino ardiloso onde devia ver um Deus misericordioso. E jogo com ele às escondidas, enredado numa teia de agoiros. Em vez de ser um crente adulto confiado, sou um temente infantil desconfiado. »

Miguel Torga, Diário, vol. XIV.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home