quarta-feira, junho 24, 2009

"Amor é", de e.e. cummings


Um projecto que tenho entre mãos levou-me a ensaiar esta tradução de um poema de e. e. cummings. Precisei do texto para o contrapor ao "Amor é fogo...", de Camões, e as versões de tradutores brasileiros não me enchiam de todo as medidas. Estou céptico e inseguro em relação ao resultado final. Aqui vai a minha tradução.


amor é bem mais denso que esquecer
bem mais fino que lembrar
mais raro que uma onda é molhada
mais frequente do que falhar

é imensamente louco e lunar
e menos não será não ser
do que todo o mar que só
é mais profundo do que o mar

amor é menos sempre que vencer
menos nunca do que estar vivo
menos maior que o menor começo
menos menor que perdoar

é intensamente são e solar
e mais não pode morrer
do que o céu que só
é mais alto do que o céu


Este é o poema no original inglês.


love is more thicker than forget
more thinner than recall
more seldom than a wave is wet
more frequent than to fail

it is most mad and moonly
and less it shall unbe
than all the sea which only
is deeper than the sea
love is less always than to win
less never than alive
less bigger than the least begin
less littler than forgive

it is most sane and sunly
and more it cannot die
than all the sky which only
is higher than the sky


e.e. cummings (1894-1962) foi um poeta norte-americano que revelou um estilo desconcertante e pouco convencional nas suas composições líricas. Um traço que o caracteriza é o facto de grafar o seu nome e muitos dos seus poemas apenas em letras minúsculas.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home