quarta-feira, julho 05, 2006

O moscardo em voo sinfónico



Encontrei na net esta pintura abstracta, que não é "arte culta" ("high art"), nem coisa elevada desse tipo. A pintura intitula-se Bumble Bee Music (Música de moscardo) e foi concebida por Loren Adams. Não sei se se trata deliberadamente de uma representação plástica da famosa composição musical "O voo do moscardo", de Rimsky-Korsakov. Mas aplicava-se bem. As linhas e as cores simulando o movimento, a harmonia dentro do caos representando o som (a música) produzida pelo insecto, a fixação do espaço criado pelo voo irregularmente elíptico do moscardo são algumas achegas para a leitura da imagem. Trata-se de uma espécie de abstraccionismo cinético, diria eu. Não sendo "arte culta", tem a sua graça.

6 Comments:

Blogger Woman Once a Bird said...

Não fiquei particularmente fã da pintura. Mas lembrou-me de algo que já não ouvia há muito tempo e que já precisa que lhe retire a poeira.

11:13 da manhã  
Blogger Alexandre Dias Pinto said...

Pelo menos deu para isso.
Um abraço, WOaB, e saudades à Nefertiti.
ADP

P.S. Já mostrou aos seus leitores a fotografia onde foi buscar o seu nick?

1:28 da tarde  
Blogger Woman Once a Bird said...

Já, no Cat's Eye, (anterior ao blog que seja seu, mas ainda no activo). Postei mesmo a fotografia. No 2º, já lhe fiz referência, há uns meses atrás.
Sou muito susceptível à lente do Witkin; considero que algumas das suas fotografias são geniais.

4:51 da tarde  
Anonymous Mariotte Jr said...

Bem, gostava de atestar que a arte abstracta (isto é arte ou simplesmente uma aberração?) não é mais do que o espelho das doutrinas republicanas, socialistas e comunistas que infestam o nosso horizonte imediato. Onde estão as ideias de belo, proporção e simetria que marcaram a arte desde há séculos? Nesta bandalheira democrática tudo adquire significado, não aparece na obra do Gil o monstro democrático, o Leviatã dos tempos modernos (esta pergunta é para o seu confrade que não passa dum comunista primário). Com o restauro da monarquia temperada este tipo de arte teria o seu destino traçado, já para não falar da música e outras manifestações artísticas.
Você, caro senhor, é um verdadeiro génio se consegue ver ali tudo o que diz.

7:17 da tarde  
Blogger Alexandre Dias Pinto said...

Tem toda a razão numa coisa. Esta não é a arte da beleza hegeliana nem da proporção aristotélico. É uma arte anti-aristotélica, como dizia o Pessoa. Sem dúvida que na grande arte abstracta há um forte cariz ideológico (nesta peça, não me parece). Mas nem sempre é de teor esquerdista.

Fala em monarquia temperada. MOnarquia temperada? Que onanismo é esse? Monarquia verdadeira há só uma: a absoluta. É dessa que muitos têm saudades.

Recomendo-lhe um blogue comme il faut: http://eahora.blogspot.com/

9:06 da tarde  
Blogger Xor Z said...

Caro jr.
Eu sou um comunista de direita, por mais paradoxal que a definição pareça.

11:51 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home